Verdades Imobiliárias

Dilema, ou trilema…

Se você busca um imóvel para aquisição, você inevitavelmente passará pelo seguinte “trilema”, dentro do orçamento disponível:

1 – Se está bem localizado, está caindo aos pedaços.
2 – Se está bonito e apresentável, está mal localizado.
3 – Se está bonito e bem localizado, tá com algum problema na documentação.

Sacadas para quê?

Toldos

Toldos

Sacadas são áreas perdidas (se possível, feche e integre ao interior). Observe, sempre que olha para algum imóvel com sacada, muito raramente tem alguém lá. E se tem, é só por uns instantes, até o tédio bater e ela voltar à televisão ou ao celular.

Marquises, aquele espaço na frente do imóvel coberto por uma laje, também são espaços perdidos, ainda mais levando-se em conta o absurdo de recuo que as prefeituras impõe hoje em dia. Você compra um imóvel de 20 metros de fundos, mas dependendo a cidade, você perde de 2 a 5 metros na frente porque o plano diretor não permite construir. Você paga, mas não é seu. Portanto, não faça marquises, aproveite todo o espaço. Se você quer proteção para chuvas ou sol, utilize toldos posteriormente. Deixam a construção até mais elegante.

Amigo Corretor

A ampla maioria dos corretores não sabem anunciar seus imóveis e a maioria dos anúncios são sofríveis.

Diz-se que um imóvel leva em média 1 ano e meio para ser vendido.

Esta demora usual para vender um imóvel se dá em grande parte, não por falta de compradores, mas por falta de uma boa e COMPLETA divulgação:

1 – Compradores de imóveis usualmente não são burros, nem ignorantes, eles não se restringem somente as fotos, eles lêem toda a descrição e querem o máximo de informações sobre o imóvel antes de tomar a temível iniciativa de contatar um corretor. O texto do anúncio deve explicar absolutamente tudo sobre o imóvel. TUDO, tudo…

2 – Cozinha, sala, quartos, banheiros são pré-requisitos. Fotografe a fachada do imóvel, a entrada, a vista, se houver, a rua, a vizinhança. Dois anúncios me fizeram rir: O texto convidava a conhecer uma linda casa, e o anúncio não tinha foto da fachada da casa. Outro anúncio divulgava uma casa “com um bar” e não havia foto do bar.

3 – Invista minimamente em recursos fotográficos. Fotografe o imóvel em dia ensolarado. Se usa o celular, invista em lentes. Faça um vídeo mostrando a casa, da rua, por dentro da casa, até a vista.

4 – Se não quiser indicar o endereço completo do imóvel no anúncio, diga pelo menos o bairro, a região.

Amigo Proprietário

Mas a culpa não é só dos corretores. Os moradores também não colaboram.

Há um ditado no meio imobiliário que diz que, quando você for analisar um imóvel para compra, você deve utilizar o critério da revenda: Comprar como se já fosse vender, para você não acabar com um abacaxi nas mãos…

O imóvel é padrão, é bonito, é vendável?

Quase nunca é.

A ampla maioria dos imóveis no Brasil é inadequado para a venda.

O brasileiro é um analfabeto arquitetônico. Alia-se a isso o fato do brasileiro médio não ter dinheiro e ter que ficar fazendo remendos e improvisos em seu imóvel, e assim está feita a desgraça: Uns muquifos mal planejados, mal feitos, mal cuidados, bagunçados e remendados.

Só doido pra comprar.